segunda-feira, 18 de agosto de 2008

De volta a Minas Gerais...

Bem, fui para um objetivo mais light dessa vez porque estaria em solo. Dessa vez fui ao encontro do Pico do Lopo na Serra do Lopo, localizado em Extrema – MG. A Serra (como todas) é linda, e durante a trilha observei formações rochosas lindas, o que foi bastante empolgante.

Saí de São Paulo direto do trabalho pra Tietê, e de lá peguei meu ônibus até Extrema, chegando na cidade às 21:00h. Imediatamente comprei a volta pra domingo às 17:30h e no próprio guichê peguei informações sobre a trilha do Pinheirinho, primeiro problema...

Como de costume, eu acabo sempre fazendo o mais difícil e só me prejudico com isso he he he...Seguindo orientação do cara do guichê, comecei a subida da estrada da Torre da Embratel onde supostamente começava a trilha.

Andei de 21:20h até 00:30h e ainda não havia chegado a torre! A mochila com seus 21kg ficou difícil de aturar mais, e sem jantar, exausto por caminhar em estrada cheia de pedras, terra, ou em outros momentos paralelepípedo eu cansei, resolvi bivacar na estrada mesmo porque sozinho, a empolgação de montar a barraca era zero...Tirei da mochila meu isolante, e foi só isso. Deitei e dormi muito mal, por poucos trechos de tempo.


(Local onde bivaquei)

Levantei às 05:30h e comecei a andar. Estava a apenas 150m da torre mas não via porque era noite! É mole? He he he...

Enfim, quando cheguei lá, peguei minhas anotações e reli. Errado! A trilha que saia da torre na verdade era a de chegada! Eu não havia chegado no início da trilha do Pinheirinho e sim no final! E a estrada que levava ao início da trilha (ao lado na entrada da pousada Céu da Mantiqueira) ainda subia mais!


(Amanhecer na Serra do Lopo)

Lá fui eu, me ferrando pela info errada que peguei na rodoviária...Depois de mais uma hora e meia de subida finalmente cheguei na entrada da pousada, onde de fato começava a trilha no lado esquerdo. Dei uma descansada de 15 minutos, e me preparei. Polainas, bastões e fui...

(Eu no começo da trilha, ainda em frente a entrada da Pousada)

A trilha é bem fácil, porém traiçoeira. A mata é extremamente úmida, o que torna o chão fofo e muito escorregadio. As vezes eu pisava e meu pé afundava completamente em lama, escorreguei umas cinco vezes...Bastões de caminhada são muito importantes, e como a mata é propícia pra animais peçonhentos, achei apropriado usar as polainas, foi bom!

Com meia hora de trilha passei pela Pedra dos Cabritos. O interessante é que eu sabia que ela ficava na trilha mas não tinha certeza de que havia passado por ela...Hoje, após fazer o relato e ver fotos, descobri que de fato passei por ela! Legal...rs...Pedra dos Cabritos, 1.611 msnm, também pisei lá!

Após 65 minutos cheguei ao platô enorme de sei lá, cerca de 1 km² que é a Pedra das Flores, a 1.700 msnm. É linda, com pedaços totalmente planos, ideal para camping. E dá pra muitas barracas, muitas mesmo...


(Eu no cume da Pedra das Flores - 1.700msnm)

(Eu no cume da Pedra das Flores e o Pico do Lopo ao fundo)

Dei uma descansada, me hidratei, e continuei pro Pico do Lopo, chegando em sua base apenas 25 minutos depois.


(Eu na escalada final pro cume do Pico do Lopo)

Na base dele há uma pedra enorme (o pico é um amontoado de pedras gigantes) e sob ela rola uma pequena caverna que foi providencial, lá deixei meus 21kg de carga e fiz a escalada sem o peso. A escalada é fácil, apenas cinco minutos são suficientes pro cume do Pico, mas tem uns trechos que devem atingir uns 70° de inclinação e a mochila iria ser uma complicação...

(Eu no cume do Pico do Lopo - 1.780msnm)

Quando cheguei no cume do Pico do Lopo (1.780 msnm) tirei algumas fotos da represa de Joanópolis (Represa Jaguary), de Extrema, de Joanópolis, da Pedra das Flores vista de lá, porém tudo sentado. O vento era tão forte que era difícil ficar de pé...Não quis arriscar e fiquei sentado ahahahah...

Depois de algumas fotos e cinco minutos de apreciação da vista desci, peguei minha cargueira e voltei pra Pedra das Flores, onde tinha uma família inteira de orientais montando uma tenda, e preparando um churrasco!!! Putz...deprimente...Espero que tenham levado todo lixo produzido...

(represa de Joanópolis vista do cume do Pico do Lopo)

Estava sozinho, cansado, relaxando na Pedra quando minha namorada me ligou e pediu que eu voltasse logo já que tinha conseguido os cumes tão rápido, e que estava morrendo de saudades. Óbvio não resisti rsrsrs...

Me preparei, bebi bastante água e fui. Após uma hora exata estava de volta a entrada da pousada, onde por sorte consegui uma carona que me deixou a apenas 3km da cidade descendo a estrada que subi na noite anterior.

Andei por mais uns 2km e quase no final consegui uma segunda carona até o final! Putz que sorte...rs

Ali mesmo fiz um lanche, e atravessei o quarteirão pra rodoviária, onde milagrosamente troquei minha passagem pra 15:30h do sábado mesmo! Em vinte minutos o ônibus partiria! Nossa, que sorte dupla! Cheguei em casa às 18:00h após menos de uma hora e meia de ônibus e mais um bocado de metrô, além da lotação no final pra chegar na minha rua...

Valeu a pena cada minuto, e foi uma experiência legal fazer a trilha sozinho pois pensei bastante sobre meu psicológico, o que foi bom. Houve momentos em que eu me peguei dando força pra mim mesmo! Meio doideira, mas isso aconteceu durante a subida da estrada que foi bem cansativa...

Combinei com um casal de amigos pro mês que vem subir o Camapuã e o Tucum na Serra do Mar.

Anotação importante: COMPRAR UMA CALÇA APROPRIADA O QUANTO ANTES!!! (preciso aposentar a minha calça camuflada que não serve pra montanhismo)

Custo total da viagem: R$ 38,00 (R$ 16,00 da passagem de ida + R$ 8,00 do lanche + R$ 14,00 da passagem de volta)

Na faixa!!!


2 comentários:

Edson disse...

muito bacana teu relato, é isso ae, a proxima vez quem sabe naum rola a travessia ...entaum é uma trip barata d+ em... e tbm pertinho....com certeza farei ela...
curtiu viajar sozinho.....muito bom né, eu sempre faço isso qnd naum tem ninguem pra ir.....

abraço meu brother. !!

Robson disse...

bem loka essa viagem...vou ver pra ir com a galera lah conhecer, espero q me encante e encotre com todos os picos q vc passou...

ValeW brother.!