segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Adventure Fair 2008

Mega evento!

Esperei por semanas o evento e não poderia perder, sendo tão perto de casa.
Peguei a Lili, um ônibus e quinze minutos depois estávamos no metrô Jabaquara pra andar até a expo imigrantes. Chegamos rápido.



Gostei muito da área de exposições e da maioria dos stands. Cada estado (não todos) tinha um stand próprio repleto de informações turísticas, e pessoas sorridentes (donas de agências de aventura) dispostas a oferecer todo apoio possível, obviamente querendo promover o turismo na sua cidade/ Estado.

Achei pobre o stand da Trilhas & Rumos. Esperava mais, era pequeno, com algumas mochilas porém nada a venda. Achei que foi bobeira deles tendo um nome de peso em equipamentos de camping, trekking e montanhismo.

O melhor de tudo, nos stands da Argentina, Perú e Chile os promotores eram dos próprios países. Vieram ao Brasil promover o turismo por lá! Cheios de mapas informativos e um bocado de dificuldade para arranhar o português!
Fiquei feliz ao encontrar no stand da Argentina uma moça que promovia qual cidade? San Junin de Los Andes, morada do maravilhoso Lanin (3.776m) que pretendo subir no início do ano que vem. Melhor, além de mapas da cidade e contato de duas agências, ela me deu um cd com um vídeo da cidade que me fez babar. A vontade é de ir pra morar, tamanha a beleza do povoado.

Continuei na feira...E dei de cara com um stand bem avantajado da Território Online, e nela vários equipos da Conquista Montanhismo! Diga-se de passagem eu fui meio frustrado porque a Conquista não teria stand.
Lá, escolhi rapidamente minha calça alta montanha da marca (e que calça!) e um isolante pra Lili, ganhei um desconto bom para pagamento a vista e levei os dois! Foi melhor ainda pois conheci a dona da Conquista, que me mostrou orgulhosa foto do filho dela no catálogo da marca quando subiu o Aconcágua. Simpatia em pessoa!

Fui para a área externa. Tirando o test drive da Palio Adventure nova (aquela do comercial ridículo dos animais de pelúcia) tudo foi podre. Muito espaço ocioso, uma fila enorme pra escalar uma parede em 90° com uns 8 metros de altura, e ainda tinha que pagar R$ 10,00. Sem chance. Arvorismo: uma única passagem de uns 12 a 15 metros, um rapel de no máximo 8 metros...Fiquei decepcionado. O que não faltava era espaço ocioso.



Incrível, o test drive dos quadricíclos era uma voltinha de uns 30 metros! Fiquei pasmo visto que a parte externa tem facilmente uns 4 km².

Enfim, voltei pra casa satisfeito pois comprei minha calça. Estreio ela dia 19.
Não comento aqui o destino porque tudo que venho planejando tem dado pau...kkkkkk

Segredo! Quando voltar posto como foi...

Um comentário:

Edson disse...

Concordo com vc, sobre dizer antes dahora , qual será o proximo destino...naum é bom, e quase sempre , ''naum sei pq'' nao dá certo a viajem, conti-nos qndo chegar , é bem + seguro.......hehehhe
abraço , até + !