quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Ljubljana - Eslovênia

De trem caro pra burro partimos de Viena. Nossa intenção era passar o dia lá, algumas horas apenas, depois ir de trem até Veneza/ Itália, e dormir uma noite lá.

De cara não tínhamos um bom prognóstico, chegamos a cidade debaixo de uma chuva torrencial, parecia Serra do Mar em verão, como chovia...Já começamos a avaliar a possibilidade de tirar uma ou outra foto e partir dali o quanto antes. Bem, tudo começa com a próxima passagem certo?

Lá fomos nós pesquisar as passagens com tudo escrito em esloveno, que fiasco! Descobrimos para nosso azar que o único trem que deixa a cidade para Veneza sai da cidade as 02:28h da manhã! Paciência, fazer o que...Não tem tu vai tu mesmo. Lili ficou aborrecida, eu também é claro, mas isso não podia impedir que curtíssimos a Eslovênia. A passagem de trem Ljubljana - Veneza custou 25 euros pra cada um.

Deixamos as mochilas grandes em um locker (5 euros, deu pras duas mochilas no mesmo) e fomos pra cidade. O tempo começou a abrir e o sol já brilhava quando partimos rumo ao centro histórico. Não tinha muito pra ver mas mesmo assim resolvemos tentar curtir. Tínhamos novamente um castelo pra ver! Esse com direito a elevador panorâmico e tudo! Tinha a ponte do dragão, a ponte tríplice e uma bela miniatura da cidade em bronze. Pé nas ruas...

Fotos:


A ponte tríplice, alvo de muitos turistas e fotógrafos



Lili na frente de uma fonte do centro histórico, atrás dela um prédio do governo



A ponte do dragão. Símbolo da cidade baseado em uma lenda de um dragão que vivia na cidade na idade média e sobrevoava o castelo. Essa lenda tem um certo fundamento de verdade, teve início após a observação de um animal muito peculiar que vive nas cavernas da cidade (um complexo de quilômetros de cavernas a 2km de profundidade). Ao serem observados séculos atrás, acreditava-se serem filhotes do dragão.


Para ler sobre o animal (Proteus - Proteus anguinus) visite a página dele no wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Proteus_anguinus
vale a pena ler!

O Castelo

O Castelo de Ljubljana foi construído em um lugar pré-histórico, no alto de uma colina. Nunca foi explicitamente mencionado até a idade medieval. Não há qualquer prova de que os cavaleiros de Ljubljana tinham sua sede no castelo antes do ano de 1.144. Na Idade Média, o castelo foi usado como uma fortaleza e posteriormente, serviu para vários fins. O layout pentagonal presente em uma torre do castelo é mais recente.

Dentro do castelo, existe a Capela de St. George, construída em 1.489, reformada mais tarde em estilo barroco, e decorada em 1.747 com o colorido brasão de armas. A torre da capela foi reformada em 1990 e é em estilo gótico. Na capela existe também uma prova de dominação do imperador Frederico III de Habsburgo. A principal prova do tempo da Renascença é a ala oeste, com duas salas grandes. Em 1.848, a arquitetura do castelo foi alterada quando uma nova parte foi construída para a extremidade oeste da capela.

Há na cidade na encosta do morro do castelo um elevador panorâmico. Pagando um preço de 9 euros você inclui subida e descida, entrada no castelo, subida a torre e visitação ao museu virtual do castelo (já que a maior parte das salas que citei não estão abertas ao público). Moderninha até a Eslovênia hehehe...

Fotos:


Escadaria que leva a torre do castelo.



Lili e eu na torre do castelo. Pena que não deu pra ver os Alpes Julianos depois de subir, o tempo lá fechou. Mas, antes de subir, consegui identificar o Pico Triglav (2.864 m), ponto culminante do país. Por alguns momentos é claro...


Para ver sobre o monte Triglav visite a página dele no summitpost: Triglav mount. Julian Alps, Slovenia.
Montanha animal!


Panorâmica pra vista do pátio interno desde a torre do castelo.



Lili no pátio interno do castelo.


Depois disso fomos andar um pouco mais, comemos um sorvete impressionantemente gostoso, almoçamos no mc donalds por falta de opção barata, fomos o correio enviar postais, depois andamos mais um pouco pra passar tempo, daí vimos sem querer algumas coisas interessantes a mais...



Miniatura da cidade em bronze!



Bancos coloridos!



Uma das várias igrejas da cidade.


E foi isso. Voltamos pra estação de trem onde pegamos as mochilas grandes e lá pelas 20:00h começamos a moscar esperando nosso trem que só partiria as duas e meia da manhã...afe...rs

Próximo destino: Veneza!

2 comentários:

Miriam Chaudon disse...

Linda viagem de férias !

MARCELO COSTA KASPRZAK disse...
Este comentário foi removido pelo autor.