domingo, 14 de março de 2010

San Pedro tambem tem arqueologia.

Ta pensando que San Pedro so tem sol absurdo, vulcoes, sandboard e lagunas e salares? NAO!

Aqui tem muito sitio arqueologico tambem. Ja que estava cocando no La Florida conheci um brasileiro muito gente boa, Allan, e um israelense. Resolvi alugar uma bicicleta e ir pedalar no deserto mais seco do mundo pra conhecer por conta propria dois deles: Pucara de Quitor e Aldea Tulor. Eles se juntaram a mim para Quitor.

Pucara de Quitor: apenas 15 minutos de bicicleta. Posicao fortificada do seculo Xll como uma fortaleza que de nada adiantou quando os espanhois chegaram com armas de fogo e espadas, logo se renderam em 1540. As ruinas foram restauradas em 1981 e declaradas monumento nacional em 1982.

Como chegar: Alugue uma bicicleta por 3 horas a 3000 pesos chilenos, siga na rua Tocopilla ate o final, nao tem como errar pois ha diversas placas. Pague a entrada de 2000 pesos e entre. Depois de conhecer as ruinas faca a trilha que te leva a um mirador, um cerro de 2620 metros de altitude. No seu cume ha um monumento a 25 atacameños que foram decaptados pelos espanhois para espalhar o medo entre os nativos.

Fotos:



Pucara de Quitor 1. Foto: Allan



Pucara de Quitor 2.



Pucara de Quitor 3.



Pucara de Quitor 4.



O monumento no mirador aos 25 atacameños decaptados pelos espanhois.


Aldea Tulor: Nao e tao facil chegar nesta aldea. O mesmo, alugue uma bicicleta por 3 horas (eu aluguei por um dia e fiz os 2 no mesmo dia pagando 5000 pesos pela bike). Siga pela rua Licancabur ate ela acabar, voce estara na estrada para Calama. Logo apos a leve subida havera uma bifurcacao onde ha uma placa "Valle de la Luna". Vire a esquerda e siga pela estrada por uns bons vinte minutos. Ao chegar na entrada do Valle de La Luna, pegue a estrada de terra a esquerda que te levara a vila de Coyo. Dentro do vilarejo siga as pinturas na parede indicando a localizacao e logo estara na entrada da Aldea. La devera se registrar, pagar 2000 pesos chilenos e pronto. Visite as ruinas apos uma caminhada de uns cinco minutos.

Nesta fui sozinho, ninguem quis ir comigo. Cheguei la sozinho, visitei as ruinas sozinho.

A Aldea Tulor tem 3000 anos de idade, isso mesmo, tres mil anos. Estima-se que viveram la cerca de 150 a 200 pessoas que se dedicavam especificamente a ceramica, tecidos e agricultura. Atualmente esta sendo sepultada pelas areias do deserto.

Fotos:


Aldea de Tulor 1.



Aldea de Tulor 2.



Aldea de Tulor 3. Voces nao sabem como foi complicado tirar essa foto sozinho...



Aldea de Tulor 4.


Incrivel nao? Quando cheguei no albergue estava com o rabo meio dolorido mas valeu a pena, ainda fiz um amiguinho, olha ele ai fazendo pose pra foto:


Amigavel ele nao?

2 comentários:

Degas disse...

Estava sentindo falta das suas fotos de Macro! E muito maneiro este lugar, estou vendo que preciso viajar de novo para preencher os "furos" da viagem anterior, ainda há muito o que ver...

Abs!

Bea disse...

tb fiz o passeio até pukara de bike. na volta quebrou. por sorte, uma caminhonete deu carona e assim cheguei sem grandes tropeços a san pedro. tuas fotos, como sempre, tão show, paulequita!
forte abraço.